sexta-feira, 7 de maio de 2010

...


Discutir a beleza das pedras seria uma tolice.
de mãos dadas com a perfeição, tal como estas,
não têm, a beleza, de existir ou superar-se.

Por outro lado,
ambas existem na ausência de expoentes:
perfeição é mais a busca que o conceito;
beleza não é a evolução da identidade,
é antes o olhar sábio sob o passar dos dias.

A pedra esquece o conceito, superando-o,
e observa os dias, deixando-os passar.

2 comentários:

antonio - o implume disse...

Devíamos de esquecer o conceito e passarmos directamente a sermos felizes!

Mona Lisa disse...

Olá

A beleza das pedras está na capacidade que têm de nos proporcionarem várias interpretações...de nos fazerem pensar...sonhar...

Bjs.