terça-feira, 26 de maio de 2009

...

Para ti...
...Se eu fosse a noite
talvez eu fosse uma estrela,
talvez te brilhasse no caminho,
talvez te ajudasse a ver o trilho,
a cor de todas a mais bela,
como cores de mil tons
no vogar do teu olhar sábio

...talvez te amasse num campo verde,
talvez...,
se fosse noite...
Mas não sou!
sou um pedaço de lua,
sou tudo aquilo que sentes.

2 comentários:

Thayse Amorim disse...

Quanta inspiração!

Teresa Durães disse...

e esse sentir já preenche