quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

...


No silêncio do teu olhar
liam-se as palavras de amor
que jamais alguém proferira
Teu abraço envolveu o meu corpo
as minhas mãos perderam-se nos teus cabelos
e um sentir infinito, quando dois são um
inundou-nos o Ser
Bebeste a lágrima que rolou na minha face
senti teus lábios escaldantes e sôfregos
de encontro aos meus que se entreabriam
e nossas línguas saciaram a fome
de ti e de mim
No desejo incontido olhámo-nos
os nossos pensamentos unidos
num único sentido
e no vaivém do prazer os corpos envolviam-se
Nesse momento, nada mais existe
só nós,
Dois seres num único Ser

3 comentários:

Teresa Durães disse...

Lindo!, rapariga. E sempre assim deve ser.

E essa união irá comemorar mais um Ano com sentido, união e cumplicidade.

E muito amor, claro

Luis F disse...

Votos de umas Festas Felizes, principalmente com um grande 2010.

Tudo de bom para ti e para os teus

Com amizade
Luis

O Profeta disse...

E tive um sonho!
Mil, um milhão, alguns cheios de firmeza
Tenho-os todos guardados num lugar secreto
Onde não mora a incerteza

Com eles planto canteiros
Faço de espantalho para afugentar descrença
Rego com gotas de emoção cada planta
Só deixo que tape o sol a tua presença

Uma caixa repleta de sonhos felizes para 2010


Um mágico beijo