sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Bom dia...


Quero nascer de novo cada dia que nasce!
Quero ser outra vez nova, pura, cristalina. Quero lavar-me, cada manhã, do ser velho, da poeira velha,das palavras gastas, dos gestos rituais.
Quero reviver a primeira manhã da criação, o primeiro abrir dos olhos para a vida.Quero que cada manhã, a alma desabroche do sono como a rosa do botão, e surja, como a aurora do oceano, ao sorriso dos teus lábios, ao gesto de tua mão.
Quero me engrinaldar para a festa renovada com que cada dia nos
convida e desdobrar as asas como a águia em demanda do sol. Quero crer, a cada nova aurora, que esta é a definitiva, a do encontro com a felicidade, a da permanência
assegurada, a de teu sim definitivo.

5 comentários:

Teresa Durães disse...

e onde entra a raiva, a dor e essas coisas que não gostamos? fazem parte do ser humano. Sem aceitar o fundamental não somos completos(as)

O Profeta disse...

Às vezes o pensamento incontido
Solta-se na manhã perpétua
Aprisionado em gotas de orvalho
Choradas por uma feiticeira Lua

Bom fim de semana

Mágico beijo

multiolhares disse...

Devemos sempre encarar o novo dia como o primeiro e vive-lo intensamente poderá ser o ultimo
Beijos
luna

Bia disse...

bonito o teu querer :)
e cada dia é uma oportunidade nova que a vida nos dá :) temos é de nascer com ela :)
poema sentido, eu também quero muito nascer de novo...
beijo meu

butterfly disse...

Infelizmente, querer não chega mas ajuda muito.
Beijo e bom fim de semana