sexta-feira, 24 de agosto de 2007


“Ninguém pode construir em teu lugar
As pontes que precisarás passar,
Para atravessar o rio da vida
– Ninguém,
Excepto tu, só tu.
Existem, por certo,
Atalhos sem número,
E pontes,
E semi-deuses
Que se oferecerão para te levar além do rio;
Mas isso te custaria a tua própria pessoa;
Tu te hipotecarias
E te perderias.
Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar.
Onde leva?

Não perguntes, segue-o.”

Nietzsche

4 comentários:

Rita disse...

Olá linda,

Poucas palavras, mas sempre certas! Semi-deuses...Já enconstraste alguns?....Eu já!

O caminho? Muito sinuoso, mas de quando em vez surgem uns oasis onde podes descansar a alma e acreditar num amanhã melhor!

Adorei...muitos beijinhos desta tua fã!
P.S: E amanhã vou ver o "Closer"...depois falamos.

Rita

Xana disse...

Olá Rita, que bom te encontrar por aqui...;)
.
.
Pois...Semi-deuses só mesmo nos livros e filmes, poesia...
Por agora desejo veemente de um amanhã bem melhor...
tu és uma linda deusa, num desses oasis certamente apareceu alguns Semi-deuses... :)
.
.

Obrigada! volta sempre

PS: Credo são 03h.manhã...25/08 :) Sei que vais adorar "closer" falamos sobre o tema e som depois!.
A noite acho que tenho gente cá por casa (aguardo confirmação)
Se der vamos beber um cafézinho a tarde.

Beijo meu

bluemoon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bluemoon disse...

Xana
Era bem mais fácil que os outros pudessem percorrer o caminho por nós pois conseguem ver com objectividade o que é preciso fazer. Mas efectivamente não é assim... O caminho a percorrer é de cada um de nós... E é tão bom quando conseguimos vencer uma batalha........... com consciência.